domingo, abril 5

Pátria que me pariu

Segunda consta, os deputados só à 5ª falta na Assembleia da República, precisam de apresentar justificação, ou seja, segundo Jaime Gama (Presidente da Assembleia), "a palavra do deputado faz fé, não carecendo por isso de comprovativos adicionais para a justificação de faltas". Estes gajos devem estar a brincar com o povo. A PALAVRA DO DEPUTADO FAZ FÉ? Muito sinceramente, este país está entregue a merda. Isto só lá ia com uma revolução, literalmente. Vejamos uma coisa: um político é aquele que está inserido num meio em busca de interesses e proveitos próprios. Penso que não haja dúvidas em relação a isso. A ideologia pura já lá vai. Conta-se pelos dedos de uma mão os "bons" governantes que existem. A competência não é critério para ser político, caso contrário, Portugal não se encontrava no estado em que está hoje. Quando houve aquela votação do "maior português de sempre", o vencedor foi o ditador Salazar. Obviamente, que quem votou no homem não tem saudades desse tempo. Foi apenas uma resposta à situação que vivemos actualmente, liderada por governantes sem a mínima vergonha e que com conversa da treta deixaram Portugal emaranhada de corrupção, insegurança, etc. etc. Será que antes do 25 de Abril, um xunguita era capaz de levantar a voz às autoridades? Haveria premiscuidade entre a política e altos cargos de empresas privadas/públicas e não só? Não é minha intenção defender o Estado Novo, muito pelo contrário, mas acho que já perceberam onde quero chegar. A SIC tem promovido uns debates com o Dr. Medina Carreira. A diferença entre esse senhor e o Braveheart está no uso de saia. Ele diz o que diz, sem rodeios, sem receios, justificando-se, sem a tal conversa de político.
Por isso, Sr. Dr. Medina Carreira, candidate-se a 1º Ministro e o meu voto será seu!

2 Bitaites:

Anónimo disse...

Entre o antes e o depois, a diferença reside na honestidade.
Primeiro, não se poderia falar de politica, agora fala-se...antes, um ficara com o dinheiro todo para o Estado... não dando oportunidade de se desenvolver o País.
Agora, todos roubam descaradamente, escondendo na Suiça certamente( fora do País ) e assim, o País vai caindo aos poucos, podre de moral e de ética.
Onde estarão os princípios e valores educacionais de um povo civilizado???...para os politicos, o que interessa é existir grande impunidade, sempre é um espaço de fuga.
...não há regra sem excepção!

quase Eu disse...

"Este país está entregue à merda". Está sim senhor, concordo