terça-feira, junho 17

Depois da Benção

"... Raízes são semeadas, regadas, brotam, crescem e mais tarde dão os seus frutos. Lágrimas foram derramadas por inúmeros momentos vividos, passados e guardados. Momentos de várias e distintas "guerras". Guerras de estudo e trabalhos, guerras de copos e gargalhadas, guerras de amores e desamores. Lágrimas estas que nada tiveram a ver com tristeza. São lágrimas que regam laços, que lhes dão força para crescer e que acompanham a nossa vida no presente e acompanharão no futuro, dando frutos. Frutos com momentos tão bons ou melhores do que estes que recordamos nestas alturas. Em cada fita que escrevi dei um pedaço de mim, em cada fita que recebi retirei de vós um pedaço. Acompanhar-me-ão e serão sempre para mim como água no deserto. Em jeito de homenagem no presente, que e como deve ser feita, vos desejo muita farra, muito fado, muito vinho e... nenhumas despedidas. A nós, Hip Hip Hurra!..."
Por um motricitário
7859

4 Bitaites:

quase Eu disse...

Tá lindo o texto! E no momento em que sentimos que nos está a fugir a vida de estudante é que vemos que estamos a ficar adultos... (ou quase =))

"Sentes que um tempo acabou, primavera de flor adormecida, Qualquer coisa que não volta, que voou que foi um triunfar na tua vida (...)
Capa negra de saudade no momento da partida, Segredos desta cidade levo comigo p'ra vida"

Bjinhos (",)

Anónimo disse...

As recordações boas são sempre belas no desabrochar da flor !!!

Nok Lek disse...

Boa Sorte** ;o)

rock disse...

Foste fazer? Está bem bonito :) **